Sem categoria

Suas orquídeas não duram? Aqui estão alguns fertilizantes caseiros que lhes darão vida

Por sua variedade e beleza, as orquídeas ganharam um lugar especial no coração de quem ama flores e jardins. Apesar de terem a fama de serem extremamente difíceis de cuidar, elas não são.

Certamente que devemos nos dedicar ao cultivo das espécies “mais fáceis”, porque existem algumas espécies que realmente são mais difíceis e complexas de cuidar.

As espécies mais populares geralmente requerem cuidados básicos que estão acessíveis a qualquer iniciante no ramo.

Dentre todas as espécies, as mais comercializadas são epífitas e necessitam de um suprimento regular de nutrientes para crescer e se desenvolver. É essencial que um bom fertilizante para orquídeas tenha uma alta concentração de potássio e cálcio em sua composição.

Esses nutrientes não podem faltar no substrato da orquídea que será cultivada. Existem muitos fertilizantes disponíveis hoje no mercado, mas queremos te ensinar algumas receitas caseiras para que suas orquídeas se desenvolvam com mais saúde e beleza.

Com as cascas de ovos que usamos na cozinha, podemos preparar um fertilizante rico em cálcio para nossas orquídeas. O que precisamos fazer é lavar bem as cascas e deixa-las secar. Depois é só triturá-las bastante até que se forme um pó e polvilhar nas raízes das orquídeas.

Na cozinha podemos encontrar outros nutrientes para nossas orquídeas. A água do cozimento da batata nos dá uma boa concentração de cálcio e potássio. E a água do cozimento do arroz é rica em vitamina B. Podemos armazenar essas águas na geladeira e usá-las para regar nossas plantas a cada duas semanas.

Outra fonte muito interessante de cálcio é o leite de vaca. Podemos diluir 1 porção de leite em 4 porções de água e usar para regar as orquídeas a cada duas semanas.

Uma colher de chá de sal de epsom em 2 litros de água fornece uma boa quantidade de magnésio. Para esse fim, devemos usar sais puro de epsom, sem sabor.

Sachês de chá usados. Também podemos usar sachês… após o uso, secamos o que restou e espalhamos na base das orquídeas aproximadamente uma vez por mês.

Observe que a fertilização das orquídeas devem ser leve, sem exageros. Um excesso de oferta de nutrientes pode ser ruim para elas. Portanto, use no máximo dois desses fertilizantes ao mesmo tempo.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo