Saúde

Saiba o que é e como se prevenir

Sabe-se que os atletas têm grande risco de sofrer lesões ou irregularidades nas articulações, principalmente na região dos membros superiores e inferiores, pois ele é que são recrutados para a realização das provas e têm que estar com bom funcionamento.

Muitas pessoas acham irrelevante, mas quando o assunto é má postura, principalmente quando se trata de atletas é algo que se deve ter muito cuidado, pois podem afetar diversas partes do corpo e prejudicar e muito o desempenho.

Um dos principais dificultadores de desempenho é a tendinite no ombro, ela se trata de uma inflamação no tendão que pode surgir em várias partes do corpo, inclusive no ombro.

O que é a tendinite no ombro?

Segundo o médico do esporte Thalles Messora, a tendinite no ombro acomete muitos atletas em diversas modalidades do esporte, especialmente aquelas que exigem muito dos membros superiores, especialmente na região do ombro, como natação, vôlei, handball, basquete, entre outros.

Na maior parte dos casos, essa lesão prejudica o atleta no que diz respeito à locomoção e impossibilita carregar pesos, levando a dores excessivas na região escapular e próxima da clavícula.

Para ser diagnosticada é necessário o auxilio de um profissional na avaliação dos sintomas, pois a tendinite é comumente confundida com uma simples dor nas costas.

Como prevenir a tendinite?

Para prevenir essa inflamação no tendão é importante que sejam feitos estímulos para evitar o enfraquecimento dele, como alongamento e estímulo muscular com o auxílio de um profissional habilitado para evitar possíveis lesões.

No casso de fortes dores, um fisioterapeuta é acionado e o atleta é enviado para fazer reabilitação física que pode ser realizada com uso concomitante de medicamentos.

O tratamento cirúrgico é raro, ele só é indicado quando o tratamento tradicional não é eficaz e ocorre algo mais grave como ruptura no tendão.

Indícios de um transtorno

Poucos sabem, mas diabetes e doenças reumáticas podem piorar o problema.

O fisioterapeuta Leandro Calazans diz que o excesso de carga utilizada associada a movimentos repetitivos, principalmente quando os movimentos são realizados de maneira incorreta, esses são os maiores fatores para desenvolver tendinite.

“Partindo da premissa que a função do tendão é ligar o músculo ao osso, é fácil entender que qualquer exagero como a sobrecarga da musculatura ou movimentos repetitivos em que a carga é transferida aos tendões podem causar essa lesão”, afirma Thalles.

Além de atividades físicas mal executadas e condições de saúde, o estilo de vida também está associado a casos de tendinite no ombro. Por exemplo, o uso excessivo de eletrônicos, obesidade e tabagismo podem e tendem a alterar a postura ou gerar riscos à saúde da articulação.

Esperamos que essas informações tenham sido úteis para você e lembre-se: para diagnóstico preciso sempre consulte um profissional.

LER MATÉRIA COMPLETA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo